PPG Industries Brasil logo

PPG anuncia os Resultados Financeiros do Quarto Trimestre

Vendas líquidas no quarto trimestre de aproximadamente US$ 3,6 bilhões, aumento de cerca de 2% em relação ao ano anterior

  • Vendas líquidas no quarto trimestre de aproximadamente US$ 3,6 bilhões, aumento de cerca de 2% em relação ao ano anterior
  • O quarto trimestre demonstrou lucro diluído por ação resultante de operações contínuas de US$ 1,07 e lucro ajustado por ação de operações contínuas de US$ 1,15
  • Também houve progresso em relação à recuperação da margem operacional, comparada ao ano anterior, motivado pelo melhor preço de venda e pelo gerenciamento de custos
  • O objetivo de evolução estratégica de caixa foi atingido, incluindo três aquisições recentemente anunciadas e novas recompras de ações
A PPG (BOLSA DE VALORES DE NY:PPG) anunciou para o mercado as vendas líquidas do quarto trimestre de 2018, na ordem de aproximadamente US$ 3,6 bilhões, 1% a menos em relação ao ano anterior. As vendas líquidas com base no dólar cresceram cerca de 2% em relação ao ano anterior, graças aos preços mais altos de vendas de mais de 2%. O volume de vendas caiu 1% em relação ao ano anterior. O câmbio desfavorável impactou as vendas líquidas em aproximadamente 3%, ou cerca de US$ 110 milhões, e as vendas relacionadas a aquisições, após dedução dos desinvestimentos, adicionaram menos de 1% ao crescimento das vendas.

O quarto trimestre de 2018 demonstrou que o lucro líquido das operações contínuas foi de US$ 256 milhões ou US$ 1,07 por ação. O lucro líquido ajustado das operações contínuas foi de US$ 271 milhões ou US$ 1,15 por ação. O quarto trimestre de 2017 demonstrou que o lucro líquido das operações contínuas foi de US$ 148 milhões ou US$ 0,58 por ação. O lucro líquido ajustado das operações contínuas foi de US$ 305 milhões ou US$ 1,19 por ação. As conciliações dos valores relatados para os números ajustados estão incluídas abaixo. Para o quarto trimestre de 2018, a alíquota efetiva foi de cerca de 24% e a alíquota efetiva ajustada foi de aproximadamente 26%.

"No quarto trimestre, apresentamos um crescimento de vendas líquidas em moedas locais de cerca de 2%, alavancados por preços de venda mais altos marcando sete trimestres consecutivos de melhoria de preço", disse Michael H. McGarry, presidente e CEO da PPG. “Esses aumentos de preço, juntamente com nossos esforços contínuos de gerenciamento de custos, continuam focados na compensação da inflação continuada sobre o custo de insumos, à medida que avançamos na recuperação de nossas margens operacionais em relação aos níveis do ano anterior. A desaceleração do crescimento econômico global e o declínio da demanda em alguns mercados de uso final também impactaram nossas vendas.

“Para o ano como um todo, conseguimos crescimento no lucro ajustado por ação, apesar da significativa e persistente inflação de custos de matérias-primas e logística, que impactou toda a indústria de revestimentos e aumentou sequencialmente durante a maior parte do ano. Além de obter preços mais altos, gerenciamos nossa estrutura de custos de forma agressiva, gerando cerca de US$ 80 milhões em economias no ano, atingindo a faixa superior da nossa meta. Estrategicamente, durante o ano passado, anunciamos seis aquisições, incluindo os recentes anúncios da SEM, Whitford e Hemmelrath.

"Nosso fluxo de caixa a partir das operações manteve-se forte, totalizando cerca de US$ 1,5 bilhão para o ano, compatível com 2017. Nós também demos continuidade ao nosso legado de retorno em dinheiro aos acionistas, com US$ 2,2 bilhões retornados em 2018 através de recompra de ações e dividendos", prosseguiu McGarry.

“À medida que olhamos adiante, enquanto continuamos confiantes de que estamos bem posicionados estratégica e financeiramente, entramos em 2019 com mais incerteza econômica global. O impacto na transição da inflação de 2018 no primeiro semestre, a conversão de moeda estrangeira ano a ano significativamente desfavorável e os volumes de vendas modestamente menores afetarão nosso desempenho no primeiro semestre de 2019. Como resultado, esperamos atualmente que o lucro diluído por ação do primeiro trimestre fique na faixa de US$ 1,18 a US$ 1,23. Estamos focados em atingir resultados financeiros crescentes e forneceremos algumas informações detalhadas sobre nossas metas financeiras e de previsão para o ano de 2019 em uma comunicação separada”, concluiu McGarry.

A empresa relatou um caixa para todo o ano de operações de cerca de US$ 1,5 bilhão. No ano, a empresa concluiu mais de US$ 1,7 bilhão em recompras de ações e pagou cerca de US$ 450 milhões em dividendos. As despesas líquidas de capital totalizaram cerca de US$ 410 milhões. A empresa encerrou o ano com aproximadamente US$ 5 bilhões em dívida bruta e cerca de US$ 1,0 bilhão em caixa e investimentos de curto prazo. A empresa tinha US$ 1,8 bilhão restante em suas atuais autorizações de recompra de ações no final de 2018.

Resultados financeiros do quarto trimestre de 2018 reportáveis
  • As vendas líquidas do segmento de revestimentos de desempenho no quarto trimestre foram de US$ 2,1 bilhões, um aumento de US$ 16 milhões, ou quase 1%, em relação ao ano anterior. As vendas em relação ao dólar aumentaram em mais de 3%, impulsionadas por preços de venda mais altos. As vendas relacionadas às aquisições foram de aproximadamente US$ 15 milhões, incluindo a aquisição da SEM, fabricante de produtos de repintura automotiva. Os volumes do segmento permaneceram estáveis, incluindo as alterações na variedade de clientes, anunciadas anteriormente no canal de varejo nacional de bricolagem (DIY), que reduziram as vendas do segmento em aproximadamente 2%, ou cerca de US$ 40 milhões em relação ao ano anterior. O câmbio desfavorável reduziu as vendas líquidas em cerca de US$ 55 milhões, ou quase 3%.
  • O volume de vendas líquidas de revestimentos aeroespaciais cresceu mais de 10% como resultado da forte demanda do setor e da contínua demanda de clientes em cada região relevante para produtos com tecnologia avançada da PPG. As vendas orgânicas de revestimentos para repintura automotiva permaneceram estáveis, uma vez que os impactos desfavoráveis de redução de estoques de clientes nos EUA foram compensados pelo crescimento em outras regiões. O volume agregado de vendas de revestimentos de proteção e marítimos aumentou em aproximadamente 10%, com contribuições positivas de ambos os mercados de uso final. Revestimentos arquitetônicos - As vendas orgânicas nas Américas e Ásia-Pacífico diminuíram em até 5% em relação ao ano anterior, com diferenças por canal e região. Nos EUA e no Canadá, as lojas de arquitetura de propriedade da empresa aumentaram as vendas de mesma loja em até 5%. Os volumes agregados nas contas de varejo de bricolagem e no canal de revendedores independentes diminuíram significativamente em relação ao ano anterior, impulsionados pelas alterações na diversidade de clientes. O volume de vendas orgânicas em revestimentos arquitetônicos da América Latina teve crescimento em torno de 5%, liderado pelo México. Revestimentos arquitetônicos - O volume de vendas orgânicas da EMEA aumentou em aproximadamente 5%, com contribuições tanto dos aumentos de preços de venda quanto do crescimento de volume.

    O rendimento do segmento no quarto trimestre foi de US$ 261 milhões, US$ 2 milhões a mais que o quarto trimestre do ano anterior, apesar dos impactos desfavoráveis do câmbio em cerca de US$ 5 milhões. A receita do segmento foi auxiliada pela melhora nos preços de venda e gestão de custos, compensada pela inflação dos custos de matérias-primas e logística e pelo impacto dos menores volumes de vendas.
  • As vendas líquidas do quarto trimestre do segmento de Revestimentos Industriais foram de cerca de US$ 1,5 bilhão, uma queda de US$ 53 milhões, ou mais de 3% em relação ao período do ano anterior. Os preços de venda mais altos, de cerca de 2%, compensam os volumes de vendas de aproximadamente 2%. O câmbio desfavorável reduziu as vendas em cerca de US$ 55 milhões, ou mais de 3% em relação ao ano anterior.

    O volume de vendas de revestimentos de fabricantes de equipamentos originais (OEM) diminuiu cerca de 5% em cada ano, consistente com as menores taxas de produção da indústria automotiva global e impulsionado pela menor demanda da indústria automotiva na China e Europa. O volume de venda de materiais e revestimentos especiais e industriais aumentou em até 5% em relação ao ano anterior, uma vez que o sólido crescimento do volume de vendas foi alcançado nos EUA e Canadá compensando a demanda mais suave da Ásia-Pacífico. O volume de venda de revestimentos de embalagem também aumentou até 5% em relação ao ano anterior, o que contribuiu para um forte crescimento no ano anterior.
A receita do segmento no quarto trimestre foi de US$ 187 milhões, uma queda de US$ 27 milhões, ou cerca de 13% em relação ao mesmo período no ano anterior, incluindo os impactos desfavoráveis de câmbio de cerca de US$ 5 milhões. A receita do segmento também sofreu impacto pela contínua inflação de custos de matérias-primas e logística e pelo impacto sobre as vendas pela retração das taxas de produção da indústria OEM automotiva global, que foram parcialmente compensadas pela melhoria dos preços de venda e pelo gerenciamento agressivo sobre os custos.

Resultados Financeiros para o Ano de 2018

No ano de 2018, as vendas líquidas de operações contínuas foram de aproximadamente US$ 15,4 bilhões, um aumento de cerca de 4% em relação ao ano anterior, incluindo uma taxa de câmbio líquida favorável de menos de 1%, ou aproximadamente US$ 105 milhões. O crescimento orgânico de vendas de cerca de 3% em relação ao ano anterior foi complementado por vendas relacionadas à aquisição de quase 1%.

O lucro líquido relatado de 2018 das operações contínuas da empresa foi de US$ 1,3 bilhão ou US$ 5,40 por ação diluída, contra US$ 1,4 bilhão ou US$ 5,31 por ação diluída, em 2017. O lucro ajustado do ano de 2018 por ação das operações contínuas foi de US$ 5,92 por ação diluída, comparado a US$ 5,86 por ação diluída em 2017. A alíquota efetiva das operações contínuas foi de cerca de 21% em 2018, contra 31% em 2017 e a alíquota efetiva ajustada das operações contínuas foi de 22% para 2018, contra cerca de 24% para 2017. Espera-se que a alíquota efetiva global da empresa fique na faixa de 23 a 25 % para o ano de 2019.

Uma conciliação detalhada dos valores ajustados relatados para o quarto trimestre e para o ano encontra-se incluída abaixo.

Informações Adicionais

A PPG forneceu comentários detalhados sobre o seu desempenho financeiro, conteúdo de apresentação de slides, no PPG Investor Center em www.ppg.com às 13:00 de 17 de janeiro. A empresa fez uma conferência para uma revisão do desempenho financeiro no último trimestre e no ano de 2018, às 14:00. A conferência será disponibilizada apenas em áudio através de transmissão pela Internet a partir do PPG Investor Center em www.ppg.com (Windows Media Player). Uma retransmissão telefônica estará disponível de 17 de janeiro, a partir de aproximadamente 16:30h, até 31 de janeiro às 23:59.

Declarações prospectivas

As declarações continuadas aqui relacionadas a assuntos que não são fatos históricos, são declarações antecipatórias que refletem a visão atual da PPG com relação a eventos futuros e ao desempenho financeiro. Essas questões, no âmbito do significado da Seção 27A da Securities Act de 1933, conforme alterada, e da Seção 21E da Securities Exchange Act de 1934, conforme alterada, envolvem riscos e incertezas que podem afetar as operações da PPG Industries, conforme discutido nos arquivos da empresa com a Securities and Exchange Commission, de acordo com as Seções 13(a), 13(c) ou 15(d) da Exchange Act e as regras e regulamentos promulgados nos mesmos. Assim, muitos fatores podem fazer com que os resultados reais sejam materialmente diferentes das declarações antecipatórias contidas neste documento. Estes fatores incluem: condições econômicas globais, aumento de preços e concorrência de produtos por concorrentes estrangeiros e nacionais, flutuações no custo e disponibilidade de matérias-primas, capacidade de obter preços de venda, capacidade de recuperar margens, níveis de estoque de clientes, capacidade de manter relacionamentos e acordos favoráveis de fornecedores, tempo de realização de economias de custos previstas de iniciativas de reestruturação, capacidade de identificar oportunidades adicionais de economia de custos, dificuldades na integração de negócios adquiridos e obtenção de sinergias esperadas, condições econômicas e políticas nos mercados internacionais, capacidade de penetração em mercados estrangeiros e nacionais emergentes e em desenvolvimento, taxas de câmbio e flutuações dessas taxas, flutuações nas taxas de impostos, impacto da legislação futura, impacto da regulamentação ambiental, interrupções inesperadas nos negócios, imprevisibilidade de processos existentes e futuros possíveis, incluindo processos sobre o amianto e investigações governamentais. Esses fatores também incluem: riscos relacionados ao impacto da reformulação divulgada no Relatório Anual de 2017, alterado no Formulário 10-K/A, incluindo o impacto na reputação e contratos comerciais da PPG, capacidade de remediar, com sucesso, a fragilidade material no controle interno de relatórios financeiros divulgados no Relatório Anual, alterado no Formulário 10-K/A, durante o período, e da maneira atualmente prevista, eficácia dos controles internos de relatórios financeiros, incluindo a identificação de deficiências adicionais de controle e outras despesas relacionadas à reformulação. No entanto, não é possível prever ou identificar todos esses fatores. Por conseguinte, embora a lista de fatores apresentada aqui e no Relatório Anual, alterado no Formulário 10-K/A, seja considerada representativa, nenhuma dessas listas deve ser considerada uma declaração completa de todos os riscos e incertezas potenciais. Fatores não listados podem apresentar obstáculos adicionais significativos para a realização de declarações antecipatórias. As consequências de diferenças materiais nos resultados, comparadas com aquelas previstas nas declarações antecipatórias podem incluir, entre outras coisas: vendas ou lucros mais baixos, interrupção dos negócios, problemas operacionais, perdas financeiras, responsabilidade legal frente a terceiros e riscos similares, sendo que qualquer um poderia ter um efeito adverso relevante sobre a condição financeira consolidada, os resultados operacionais ou a liquidez da PPG.

Todas as informações neste comunicado são válidas somente a partir de 17 de janeiro de 2019. Qualquer distribuição deste comunicado após essa data não se destina à, e não será interpretada como, atualização ou confirmação dessas informações. A PPG Industries não assume qualquer obrigação de atualizar qualquer declaração antecipatória, exceto quando exigido por lei.

Reconciliação do Regulamento G

A PPG acredita que o entendimento do investidor sobre o desempenho operacional da empresa é aprimorado pela divulgação do lucro diluído por ação de operações contínuas e a alíquota efetiva de impostos da PPG em operações contínuas, ajustada para determinados itens. A diretoria da PPG considera essas informações úteis para fornecer informações sobre o desempenho operacional contínuo da empresa, pois exclui o impacto de itens que não possam ser razoavelmente esperados que se repitam trimestralmente ou que não sejam atribuíveis às nossas operações principais. O lucro diluído por ação de operações continuadas e a alíquota efetiva de impostos sobre operações contínuas ajustadas para esses itens não são reconhecidos como medidas financeiras determinadas de acordo com os princípios contábeis geralmente aceitos nos EUA (GAAP) e não devem ser consideradas como substitutos do lucro diluído por ação, da alíquota efetiva ou outras medidas financeiras conforme calculadas de acordo com o GAAP nos EUA. Além disso, o lucro diluído por ação de operações contínuas e a alíquota efetiva ajustada das operações contínuas podem não ser comparáveis às medidas com título similar, conforme relatado por outras empresas.
 
 
 
 
 

Mídia e Notícias


2019

2018

2017

2016

2015

2014

2013

Assessoria de Imprensa:

Ketchum Estratégia

Vanessa Nardo | (11) 5090-8912 vanessa.bernardo@ketchum.com.br

Christiano Bianco | (11) 5090.8902 christiano.bianco@ketchum.com.br

Bruno Crivelli | (11) 5090-8958 bruno.crivelli@ketchum.com.br

Marca e branding guidelines